iOS 14.5 chega aos iPhones com polêmica na privacidade




A Apple liberou (26/04/2021) a atualização iOS 14.5 de sistema operacional para celulares da marca a partir do iPhone 6S.


Um novo recurso de privacidade promete tornar mais transparente a coleta de dados pessoais por aplicativos.

A ferramenta * App Tracking Transparency obriga todos os aplicativos na App Store a solicitarem permissão para rastrear as informações e atividades do usuário, dentro dos apps e sites.

O rastreamento desses dados normalmente é utilizado para os anúncios personalizados.

O Facebook alega que esse procedimento vai encarecer a publicidade na internet e desse modo, prejudicar os negócios de pequenas empresas que usam as suas plataformas para anunciar online.

Especialistas ouvidos pelo jornal norte-americano The New York Times, em reportagem publicada (26/04/2021), acreditam que, as novas políticas de privacidade da Apple, podem não ser suficientes para colocar fim ao rastreamento em iPhones.

Afirmam que brechas ainda podem ser criadas com novas formas de fazer esse monitoramento, como por exemplo, os anunciantes podem usar um método chamado ** fingerprinting, que reconhece as características do aparelho, como resolução da tela, versão e modelo do sistema operacional, e as combina para determinar sua identidade e rastreá-lo em diferentes aplicativos.

Ainda assim, especialistas acreditam que a mudança na Apple, que impõe consentimento prévio, é significativa por ajudar as pessoas a terem um melhor controle da sua privacidade.

Em publicação em seu blog oficial, a EFF (Electronic Frontier Foundation), organização americana que defende os direitos civis no ambiente digital, também se mostrou favorável à iniciativa da Apple.

Carlos Affonso Souza, diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS), diz que a nova ferramenta da Apple pode ajudar o público a entender como dados são coletados e tratados online


Diogo Cortiz, especialista em tecnologias da inteligência e professor da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), disse em seu Twitter que a novidade da Apple é uma "mudança importante de UX (experiência de usuário) para a privacidade, dando o poder de escolha para o usuário”.

Como vai funcionar a função de privacidade do iOS 14.5?

Toda vez que você abrir um aplicativo que pretenda ter acesso aos seus dados, uma notificação pop-up será exibida e solicitará seu consentimento.


Caso você não concorde em ter seus passos rastreados, o novo recurso ativará dois mecanismos.

1º impedirá que o app tenha acesso ao identificador de aparelho Apple, uma sequência aleatória de letras e números atribuídas a cada iPhone e utilizada para rastrear a sua atividade em aplicativos e sites.

2º comunicará aos desenvolvedores do aplicativo que, de modo geral, você não deseja que suas informações sejam rastreadas e compartilhadas com ninguém.

Os aplicativos que desrespeitarem podem ser banidos da App Store.


* App Tracking Transparency: = transparência no rastreamento em apps

** "fingerprinting" = impressão digital


#DPOCenter #LGPD #DPO#BankRisk

1 visualização